6.1.11

Sou uma grande "adepta" da reclamação. Não de "reclamar por reclamar", não de reclamar porque "nada presta neste país", mas de uma reclamação feita na altura própria e justificadamente.Não sou de ficar de braços cruzados: se me sinto mal atendida, chamo a atenção; se sinto que algo não funciona como deveria, procuro deixar isso assinalado, junto das entidades/pessoas competentes.

Esta minha maneira de ser faz-me escrever com alguma frequência no Livro de Reclamações, ou pedir muitas vezes para "trocar uma palavrinha" com o responsável do evento ou do local em questão.

Acontece portanto que, por vezes, perco algum do meu (precioso) tempo, é verdade.

Há pessoas que dizem simplesmente "Não estou para me chatear nem para perder tempo com isto". Eu não sou assim e não consigo ter esta postura. E não sou assim porque acredito que devemos exigir mais das pessoas e de nós. Exigir que cumpram as suas funções correctamente. Exigir que regras básicas sejam cumpridas. Exigir que os eventos, locais, instituições funcionem adequadamente, seguindo os parâmetros que é suposto seguirem. Exigir que sejam melhores profissionais. E, obviamente, a situação funciona igualmente na ditecção inversa: temos que exigir tudo isto de nós mesmos.

Porque no fundo quem ganha com isto somos nós. Devemos querer melhores pessoas e melhores profissionais para criar um país melhor. Ou estarei enganada??

Portanto, cruzar os braços não é, a meu ver, uma opção válida...

7 comentários:

Ivânia Santos (Diamond) disse...

Sou exactamente como tu... embora por vezes já me consiga controlar!

Mas concordo com o que dizes!

biju*

Loua disse...

Olá Jo! Sou como tu. Quando vejo que o atendimento não foi o correcto, toca a reclamar e deve ser feita por escrito pois caso contrario cai em saco roto. Sei do que falo por experiência própria. Este país esta como esta porque, entre outras coisas, é o pais do "come e cala". Eu não me calo, pois sou conhecedora dos meus direitos e deveres.
Bjs.

Nokas disse...

>Se algo não está bem, temos todo o direito de reclamar!!

MAG disse...

Eu sou ao contrário... e nunca escrevi no livro de reclamações. Bjs

Mocas disse...

Olá!

Olha, concordo exactamente contigo! Eu também sou daquelas que reclama se vejo que algo está mal, mas ainda não cheguei ao ponto de escrever no livro de reclamações, talvez seja mais branda que tu. Mas reclamo sempre que acho que devo reclamar. A questão é que, às vezes, reclamar sem ser por escrito não vale tanto, mas enfim...

beijinhosss (está atenta que vai aparecer um desafio para ti no meu blog lá para segunda =P)

Violet* disse...

Eu concordo contigo, mas tb me tento controlar ao máximo =)

beijinhos e bom fim de semana*

Fashionista disse...

eh eh! Concordo! Devemos, como clientes, exigir sempre um bom serviço, um bom atendimento!