8.11.11

E lá anda o país a brincar às greves outra vez...
Haja paciência.

4 comentários:

Marta disse...

defender os direitos, tem que ser! ;)

Jo disse...

Marta, a greve de facto é um direito, mas a mim preocupa-me mais o efeito que tem nas pessoas que não conseguem ir trabalhar por causa destas greves (ou que conseguem ir trabalhar mas não conseguem cumprir os seus horários por causa destas greves).

Pampas disse...

Por muito direito que seja temos que pensar que os Portugueses estão a passar por uma crise enorme e ainda se dão ao luxo de fazer greves? É por isso que nós não andamos para a frente, não somos capazes de pensar em sociedade, cada um pensa no seu umbigo e nos seus direitos, os dos outros que se lixem!!

A CP devia era ser privada para eles perderem o dinheiro cada vez que não iam trabalhar, de certeza que assim ninguém fazia greve.

Agora eles fazem greves e ainda recebem como se fossem trabalhar, claro que assim não custa nada! Ou melhor, custa, a quem teve que se levantar as 5h da manhã para conseguir chegas as 8h ao Porto à boleia de todos!

Lotty disse...

Por muita razão que tenham, segundo oque ouvi não me parece nada justo o que querem fazer aos trabalhadores da CP. Querem aproveitar-se do facto do país estar em crise e de não haver emprego para fazerem os funcionários trabalharem mais e receberem menos... Sim é verdade, é preciso trabalhar, sim é verdade que para isso temos muitas vezes que nos sujeitarmos a coisas que não gostamos. No entanto, tudo tem limites...