9.6.13

Quote #8

"Às vezes sinto-me sozinha. É como se ficasse completamente desamparada, depois de ter sido despojada de tudo aquilo que estava habituada a ter à minha volta. Como se a gravidade tivesse deixado de existir, e eu me sentisse a flutuar no espaço exterior, à deriva, sem saber para onde estou a ir."
in "Sputnik, meu amor" de Haruki Murakami

3 comentários:

Kate disse...

Há dias assim, em que mesmo com gente em torno de nós nos sentimos completamente sozinhos...

Green disse...

Sinto-me tanto assim neste momento.

Jovem Atrapalhada disse...

Como eu entendo....