11.4.14

O livro que estou a ler #35 [Terminado]


Quando comecei a leitura deste livro não sabia bem ao que ia e, sinceramente, procurei não saber, porque me apetecia ir assim, à descoberta. As expectativas também não estavam muito elevadas; tinha sido apenas um livro que me havia cativado pelo título, pela capa e pelo facto de ser de um autor português. E acho que foi isto mesmo que me permitiu retirar maior prazer desta leitura. A escrita do autor é cativante, espontânea, de fácil leitura. O livro tem pouco mais de 200 páginas, com uma letra relativamente grande e capítulos curtos, o que contribui para uma rápida leitura. O livro vai-nos contando, através de alguns episódios, a história de três gerações de uma família. Porém, isto não é feito de um modo linear, seguindo uma ordem cronológica, mas sim avançando e recuando no tempo, dependendo da personagem a que se refere. Um dos pontos positivos da escrita deste autor é, a meu ver, precisamente o facto de conseguir fazer isto de um modo claro, sem confundir quem lê o livro. Não é, certamente, uma novidade no mundo literário mas, ainda assim, reconheço-lhe o mérito. De algum modo, ao longo do livro, vamos conseguindo interligar alguns episódios e encaixar algumas peças. No entanto, no final, há muitas pontas que ficam soltas... E isso foi algo que me deixou um bocadinho confusa, quando terminei. Por momentos pensei se me teria escapado alguma coisa, se seria melhor reler o livro para apanhar alguns pormenores a que não tivesse prestado a devida atenção. Depois pus a hipótese de, eventualmente, este final em aberto sugerir uma continuação, um segundo livro. Mas entretanto ocorreu-me que também não deixaria de fazer sentido que o autor terminasse a história assim. Claro que gosto dos livros em que todas as peças encaixam, em que no final o autor nos mostra a explicação de tudo, em que tudo faz sentido... mas por que não deixar parte da história à nossa consideração? Por que não assumir que, como na vida, nem sempre acabamos por descobrir tudo? Se já leram partilhem a vossa opinião sobre o livro :)

4 comentários:

Dina disse...

Não gostei nada deste livro

Jo disse...

Dina, compreendo perfeitamente. Não é mesmo um livro que agrade a toda a gente...

mary disse...

Nunca li.. mas não sei tb se irei ler hehehe e sim, às vezes vale muito mais deixar algo em aberto no fim... que nos faz pensar.. e que faz com o livro «continue connosco» por muito tempo, na nossa mente :)
* maryredhair *

Green disse...

Pelo título parece interessante, mas não sei se faz o meu género.