31.3.14

Produtos acabados #34


Óleo Nutritivo para Cutículas, da Sephora: Comprei este produto nos saldos, aqui há uns tempos, e foi o primeiro produto do género que me lembro de utilizar. E não gostei nada. Realmente tem uma consistência demasiado oleosa que só permite a sua utilização na hora de deitar - porque se não besuntamos tudo em que tocamos... - e, ainda assim, não notei qualquer nutrição, hidratação ou diferença nas cutículas. Achei que utilizá-lo ou estar quieta era precisamente a mesma coisa, pelo que com certeza não voltarei a comprar.

Hidratante de Duche para pele Extra Seca, da Garnier: Como podem ver é apenas uma amostra e, portanto, rendeu-me apenas uma utilizaão. Confesso que nunca tive especial interesse neste tipo de produtos, e este foi mesmo o meu primeiro contacto com algo do género. E sinceramente não fiquei fã. A consistência é a de um creme relativamente leve e o cheiro, aquando da aplicação, é relativamente agradável. É fácil de utilizar, sim senhora, mas sinceramente não acho que faça uma grande hidratação. Não sinto que substitua o creme, e tendo em conta que esta é a versão para pele extra seca, não me convenceu mesmo. Para além disso o cheiro, de um modo mais suave, manteve-se por algum tempo na minha pele, e não sei exactamente por quê mas começou a enjoar-me ao longo do tempo. Não me parece que venha a comprar este produto e, sinceramente, ainda fiquei com menos vontade de experimentar o da Nivea do que já tinha anteriormente...

Creme Dupla Acção Hidratante, da Clean & Clear: Gostei bastante deste creme. Acho-o muito bom para quem tem a pele oleosa, sobretudo tendo em conta o seu preço. É suficientemente hidratante sem deixar a pele oleosa, óptimo para o dia-a-dia. Sinceramente não vos sei dizer se ajuda a prevenir as borbulhas, mas gostei bastante dele!

O livro que estou a ler #34


Orgulho e Preconceito, de Jane Austen

28.3.14

Novos tons de verniz gel Andreia


Não uso verniz gel, mas achei os novos tons bem giros!
Os três primeiros são perfeitos para o Verão.

Alguma de vocês usa?

O livro que estou a ler #33 [Terminado]


As Cinquenta Sombras de Grey, de E. L. James

E, finalmente, terminei o livro. Não sou de deixar livros a meio - aliás, que me lembre nunca fiz tal coisa! - mas confesso que, por vários momentos, foi o que me apeteceu fazer. É certo que o fio erótico consegue ser cativante em certos momentos, mas fica-se por aí. A história é aborrecida, os personagens conseguiram irritar-me como, daquilo que me recordo, nenhuns outros tinham conseguido até então e a escrita é fraquinha fraquinha. Digo-vos que houve vários parágrafos que li apenas na diagonal, tal era o meu nível de aborrecimento... Para além disso não consegui perceber todo o alarido que há em torno deste livro. Sim, tem sexo. Mas sinceramente estava à espera de muito mais pelo impacto que aparentemente causou em tantas mulheres... Há quem diga que os livros seguintes são melhores, mas ainda estou a ponderar se os leio ou não. Gostava de dar uma segunda oportunidade a esta história, mas desconfio que enquanto me lembrar da chatice que isto foi não o vou conseguir fazer.

Alguém por aí que tenha lido a trilogia? Isto a seguir melhora ou é mais do mesmo?

27.3.14

Qualquer dia vira rubrica...

É que depois disto e disto...

... a saga ganha uma terceira parte.

 
E a culpa continua a não ser minha!!

É que até a minha mãe, cuja última sobremesa que lhe saiu das mãos foi para aí em 1995, decidiu fazer este pecado, que está agora ali no frigorífico.
Adorava que o blogger ou GFC ou sei lá eu o quê se deixasse de amuos e voltasse a deixar-me seguir novos blogs...

Sugerindo #7

Um anúncio: da campanha Tur Off to Turn On, da Durex


[Gosto mesmo muito deste anúncio. Sobretudo da mensagem que passa. E que pode ser aplicada a tantos outros aspectos da nossa vida...]

26.3.14

Novidades Literárias [Wook] #3

Aqui ficam alguns livros que me chamaram a atenção.

http://www.wook.pt/ficha/vida-apos-vida/a/id/15448137/?a_aid=52a731160b95c

Vida após Vida, de Kate Atkinson (21,60€): Não conheço a autora mas o título e a sinopse do livro deixaram-me curiosa.

http://www.wook.pt/ficha/a-raiz-do-mundo/a/id/15644557/?a_aid=52a731160b95c

A Raíz do Mundo, de Francisco Ribeiro Rosa (14,99€): A capa chamou-me a atenção e, por ser um autor português, a curiosidade em relação ao livro cresceu.

http://www.wook.pt/ficha/a-casa-negra/a/id/15625919/?a_aid=52a731160b95c

A Casa Negra, de Peter May (16,92€): Por fim, este foi o livro que mais me cativou. Vou querer certamente lê-lo! Pelo título e pela capa parece-me que faz o meu género. Para além disso, e segundo percebi, é o início de uma trilogia.

E o escolhido da semana é... #118


... Mimosa, da Chanel.

Sei que não é uma cor consensual, que muitas pessoas torcem o nariz a amarelo nas unhas, mas eu adoro este verniz e soube-me pela vida trazer um bocadinho do Sol para as minhas unhas. Tem uns brilhinhos quase imperceptíveis que adoro, e que só tenho pena que se notem mais na embalagem do que propriamente nas unhas. Aqui está com duas camadas, porque nunca consigo deixá-lo suficientemente uniforme apenas com uma. Apesar de parecer um amarelo demasiado espalhafatoso, em grande parte do tempo tem um aspecto bastante mais suave. Adoro usá-lo quando visto tons mais neutros, acho que suavizam ainda mais a cor e complementam-se de um modo bem elegante.

25.3.14

Diz que estamos na Primavera...

... mas o que é verdade é que tive que ir regastar o meu casaco de andar por casa que já estava arrumado, pensava eu, para o ano e ando movida a Cêgripe tal foi o frio que apanhei no domingo.

Workshop "Lenços de Solidariedade"

Certamente que, se acompanham o blog da Ursa mais famosa da blogosfera, já ouviram falar deste workshop, que se realizará no dia 12 de Abril, a partir das 14 horas, na Escola Superior de Saúde da Cruz Vermelha Portuguesa, em Lisboa. Destina-se a mulheres que vão começar quimioterapia, que já estão a fazer quimioterapia ou que já terminaram o tratamento nos últimos 2 meses.


Este workshop será realizado pela Vânia Castanheira, cuja história poderão conhecer melhor aqui.

Se conhecem alguém que possa estar interessado em participar neste workshop, não deixem de partilhar esta informação (o e-mail para inscrições é: imprensa@minhavidacomigo.com).

Se não conhecem ninguém que possa querer participar mas, ainda assim, gostavam de ajudar, podem sempre entregar um lenço num dos pontos de recolha - que podem consultar aqui!. Os lenços devem ter, pelo menos, 1 metro de largura, mas quanto maiores forem, melhor. Quanto ao tecido, deve ser macio, como algodão, por exemplo.

Vamos ajudar?

Breaking the spine [TAG]

Esta TAG foi traduzida pela Danii Reads e entretanto a mary (mary red hair) desafiou-me a responder, depois de ter respondido também.

Vamos então às perguntas!

1. Vincas/dobras as lombadas ou preferes manter o livro como novo?

Odeio vincar as lombadas dos livros, apesar de em alguns casos ser quase impossível não o fazer. Portanto, sempre que possível gosto de manter os meus livros como novos.

2. Para quem não gosta de lombadas dobradas, já o fizeram acidentalmente?

Como referi na resposta anterior, em certos casos é quase impossível não o fazer, que o diga o meu A Queda dos Gigantes, de Ken Follet, que, por ter muitas páginas, acabou por ficar com a lombada toda vincada depois de o ter lido... Agora que olho para a minha estante reparo também que o Harry Potter e a Ordem da Fénix também tem alguns vincos na lombada (e o Harry Potter e os Talismãs da Morte só se safou porque o tenho numa edição hardcover!).

3. Se comprares um livro usado em que a lombada venha dobrada, como te sentes?

Regra geral, quando compro um livro usado peço sempre algumas informações sobre o estado em que o livro se encontra e, se possível, algumas fotografias, para não ter surpresas desagradáveis. Nunca me chegou nenhum livro nesse estado, mas penso que se recebesse um livro em que a lombada estivesse vincada a minha reacção dependeria de vários factores: do quão dobrada/vincada estava a lombada, do dinheiro que havia pago pelo livro, de ter sido ou não avisada pelo vendedor...

4. Concordas ou discordas que um livro com a lombada estragada é um livro amado?

Não concordo nem discordo. Acho que cada um trata os seus livros como quer, e cada um mostra o seu amor por eles como bem entende... No meu caso particular, um livro com a lombada estragada não seria um livro amado, porque não gosto de o fazer a nenhum livro, muito menos aos livros de que gosto muito - apesar de ter noção que, regra geral, se lermos um livro mais do que uma vez é provável que este tenha um aspecto mais dobrado e usado do que um livro que nunca foi lido ou foi lido apenas uma vez. 

5. Como as lombadas nos hardbacks são mais difíceis de estragar ou nota-se menos, preferes comprar hardbacks ou paperbacks?

Não tenho o hábito de comprar hardbacks e quando o faço não é por ter medo que a lombada se estrague, mas sim porque ou é a única versão disponível no momento ou é uma edição que acho mais bonita e quero muito ter.

Não vou passar a TAG a ninguém em especial, mas sintam-se à vontade para responder e depois deixar aqui o link para eu ir espreitar!

24.3.14

Não sei se são clientes da Endesa...

... mas acho que falar com eles ou com uma parede é precisamente a mesma coisa.

Produtos acabados #33


Creme Corporal Hidratante NutriSkin, da Fa: Gostei muito deste creme. Não hidrata em profundidade, não indico para quem tem a pele super seca, mas para uma pele normal é fantástico para uso diário. Tem um cheiro muito agradável que, embora suave, dura bastante tempo na pele.

Gel facial purificante da linha Pure Nature, da Oriflame: Este gel durou imenso tempo! E gostei imenso dele. Usava-o de manhã, no banho, e limpava-me bastante bem a pele. Depois de o utilizar sentia a necessidade de utilizar um creme hidratante porque por vezes sentia a pele a repuxar um pouco. Aconselho a quem tem a pele oleosa!

21.3.14

Sugerindo #6

Uma banda sonora: a do filme The Broken Circle Breakdown


Will The Circle Be Unbroken


"The Boy Who Wouldn't Hoe Corn"


"If I Needed You"


Cowboy Man

[Falei-vos aqui deste filme e desde logo elogiei a banda sonora. É perfeita para nos embrenhar ainda mais na história que nos vai sendo contada no filme. Claro que as músicas ganham mais força e significado quando encaixadas no filme, quando relacionadas com a história, mas de qualquer modo ficam aqui algumas das minhas favoritas.]

Top 6: Vernizes [Primavera]


Começo a achar que tenho um problema com top 5. Logo eu que adoro números ímpares. Vou para escolher 5 vernizes e acabo sempre com 6. Ficam as minhas escolhas sem qualquer ordem de preferência para a estação que começou.

Princesses Rule!, da coleção XXXL shine multi dimension, da Essence - um tom bem claro e discreto, com uns pequenos brilhos, perfeito para quando queremos descansar dos vernizes mais coloridos;

Mimosa, da Chanel - um tom amarelo com uns pequenos brilhos que lhe dão um toque especial, uma cor perfeita para esta estação;

Maldivas, da Cliché - um verniz salmão, óptimo para quando queremos um tom discreto mas não nos apetece um simple nude;

119, da Andreia - um dos meus vernizes favoritos! Uso-o todo o ano, mas acho-o ainda mais bonito nestes dias em que o Sol começa a aparecer;

82, da Andreia - este é um dos meus vernizes mais antigos e continuo a adorá-lo de paixão. É um rosa absolutamente maravilhoso e, tal como o anterior, perfeito para todo o ano.

5, da Andreia - um azul pastel bem clarinho. Fica perfeito quando a pele começa a ganhar alguma cor, ou às sortudas que conseguem ter um tom saudável o ano inteiro, mas acho que condiz mesmo mesmo com a Primavera!

20.3.14

A culpa continua a não ser minha


Pois, parece que também não é esta semana que a dita (espécie de) dieta começa.

É que meteu-se o Dia do Pai... e pois que decidi fazer uma mousse de chocolate para mimar o meu pai, que é um guloso de primeira.

E agora, como é óbvio, estou a ajudá-lo a comer a dita mousse.

Talvez na próxima semana...  
se não se meterem outras situações que necessitem urgentemente de algo deliciosamente calórico.

Boa tarde!


Pois que para celebrar a chegada da Primavera, troquei o chá pela limonada.

Recordações #28


Quando era pequena adorava a série de livros Arrepios! Tinha imensos e adorava lê-los. Entretanto, descobri outra versão destes livros, com a capa brilhante, em que podíamos escolher o final - "Tem Cuidado... És tu quem escolhe o susto!" -, e fiquei ainda mais fã. 

Também tinha estes livros?

19.3.14

E o escolhido da semana é... #117


... nº 119 da Andreia.

Adoro este verniz, e acho que já perceberam isso tal é o número de vezes que por aqui aparece. Nem sempre é fácil captar a sua cor real, até porque, dependendo da luz, tende mais para o laranja ou para o rosa. Aqui parece demasiado laranja, quase a roçar o vermelho, mas se quiserem ter uma melhor noção da sua cor real dêem uma vista de olhos noutras fotografias em que apareceu (aqui e aqui).
Sabe bem estar de volta a estes tons mais coloridos!

Feliz Dia do Pai


Um feliz Dia do Pai para todos os Pais que passarem por aqui. 

Um feliz Dia do Pai para o vosso e para o(s) da vossa vida.

Um beijo especial para o meu, que é o melhor do mundo ♥

18.3.14

O livro que estou a ler #33


As Cinquenta Sombras de Grey, de E. L. James

É agora que vou perceber todo o alarido em torno deste livro.
Depois de toda a gente o ter lido e a pouco tempo, segundo parece, de sair o filme.

Filmes #95


Dallas Buyers Club - O Clube de Dallas


E, finalmente, vi o filme que arrecadou os Óscares para Melhor Actor e Melhor Actor Secundário. E gostei muito! O tema é muito interessante, a história é cativante (quase não se dá pelo tempo passar), as interpretações são muito boas... Sim, mereceram os Óscares - mas, e sem querer desvalorizar o trabalho de qualquer um dos actores, as transformações físicas ajudaram bastante certamente no que toca a incorporar as personagens e a desempenharem aqueles papéis. Acho que nunca tinha visto o Matthew McConaughey - tão magro, que impressão...!! - tão bem num papel. Sempre o associei a comédias românticas e, honestamente, sempre foi um daqueles actores que me irritavam um bocadinho nos filmes, provavelmente pelos papéis que ia desempenhando. Gostei mesmo muito de o ver neste papel!

17.3.14

Acabado de chegar #37


A amostra do novo hidratante de duche da Garnier. Não sei se estão a enviar a versão para pele extra seca para toda a gente, mas foi a que chegou cá a casa. Assim que experimentar dou a minha opinião.

O livro que estou a ler #32 [Terminado]


Os Crimes da Rua Morgue, de Edgar Allan Poe

Não estou a conseguir falar-vos dos livros à velocidade que os tenho lido. Se calhar fazia isto por mês... Bem, até ver continua assim.

Este livro contem duas histórias: Os Crimes da Rua Morgue e O Mistério de Marie Rogêt. Tenho que admitir que estava à espera de outra coisa. Apesar de ter gostado muito da escrita e de ter adorado acompanhar os raciocínios de Auguste Dupin - o detective criado pelo autor que aparece pela primeira vez precisamente nesta primeira história, Os Crimes da Rua Morgue -, estava à espera de gostar mais destas histórias. A primeira teve um desfecho um tanto ou quanto... singular, e a segunda - que tem como base uma história verídica - acaba por não ser totalmente desvendada e não chegamos a perceber exactamente quem terá sido o responsável pelo crime. No entanto pretendo ler mais coisas deste autor - já sei que tenho que ler O Corvo, se quiserem deixem-me mais sugestões, que eu agradeço!

14.3.14

Eu não disse...?

Depois disto, já liguei para lá duas vezes e ainda não me conseguiram esclarecer totalmente. Da primeira vez não faziam ideia de que carta era ("então mas enviam-te uma carta e não sabem de que trata?!", pois, não sei, não me perguntem... mas foi isso). Depois, lembrando-me do que poderia ser, decidi ligar novamente e perguntei se de facto era do que estava a pensar ou de outra coisa qualquer que entretanto já se tivessem lembrado... Pois que assumiram que era aquilo que eu pensava. Mas não me conseguiram esclarecer devidamente... e aconselharam-me a ir a um balcão da Segurança Social. 

Ahh que atendimento telefónico tão prestável....!!!

Já disse que odeio tentar resolver coisas com a Segurança Social???

Juro que a culpa não é minha...

 Anteontem houve pizza para o jantar como vos disse


Ontem, fiz uns waffles para o lanche.


O fim-de-semana prevê-se de festa, 
recheado de almoços e jantares 
daqueles cheiinhos de coisas boas e que se prolongam tarde/noite dentro.


Ainda bem que tinha dito que devia começar uma dieta...

Sugerindo... #5

Um filme: Away we go



[Esqueçam os Óscares ou façam uma pausa nos que ainda querem ver e vejam este filme. Já o vi há um ano e qualquer coisa e achei-o delicioso. Começando pela capa, que me chamou logo a atenção. A simplicidade da história. Algumas cenas verdadeiramente maravilhosas. E uma banda sonora muito adequada. Se ainda não viram, façam-no quando tiverem oportunidade.]

13.3.14

E o escolhido da semana é... #116


... 32 The Dark Knight, da Catrice.

E não há fotografia do verniz nas unhas porque as que tinha tirado ficaram, sem me aperceber, desfocadas, e entretanto o verniz já não estava em condições de ser fotografado... Enfim, é o que temos.

Últimas compras #49

 Excedi-me um bocadinho no que toca a livros, mas em meu favor tenho a alegar que me limitei a aproveitar duas oportunidades imperdíveis!


O Cemitério dos Sem Nome, de Patricia D. Cornwell
Ameaça Sem Rosto, de Joseph Finder
Um Estranho Caso de Culpa, de Harlan Coben

Estes foram os livros que pedi na fantástica iniciativa da Editorial Presença. Não foram as minhas primeiras escolhas, mas ainda assim estou curiosa para os ler.


O Nome da Rosa, de Umberto Eco
Orgulho e Preconceito, de Jane Austen
 
Num grupo de vendas do FB, aprovei para comprar estes dois livros por apenas 1€ cada. Com os portes de envio cada um ficou-me a cerca de 1,63€.


Fora os livros, só comprei este Removedor de Verniz Sem Acetona da marca Cien, de que já ouvi dizer bem, e este Creme Depilatório Corporal da My Label, que, embora não seja um produto que costume usar, aqui há uns anos tinha o hábito de utilizar um semelhante da Veet, e ao ver este numa ida ao supermercado decidi trazer para experimentar.

12.3.14


Estou desde ontem a sonhar com pizza. 
Hoje vai mesmo ter que ser!
Uma pessoa recebe uma carta da Segurança Social e começa logo com os calores só de pensar no tempo e paciência que vai ter que gastar para perceber exactamente do que se trata e para tentar resolver o assunto.

 
Juro, se há sítio para onde eu detesto ligar é para o atendimento da Segurança Social. Não é por mal, a sério. Mas não há vez nenhuma que consiga resolver as coisas à primeira ou sem ter que me enervar. Não sei, parece que não falamos a mesma língua. Ligo uma vez dão-me uma indicação. Volto a ligar, afinal já não é aquilo é outra coisa. Com sorte à terceira muda tudo outra vez. E andamos nisto um sem fim de tempo, até finalmente tudo ficar aparentemente resolvido.


Vou esperar que a minha paciência esteja no seu nível máximo antes de começar outra saga.

Filmes #94


Gravity - Gravidade


E pronto, de tanto ouvir falar no filme... cedi e lá o vi. E realmente, o que dizer? Os Óscares que recebeu nas várias categorias técnicas foram, de facto, merecidos. No que diz respeito aos efeitos visuais, à fotografia, aos efeitos sonoros... é realmente bom. Só não consigo perceber o Óscar de Melhor Banda Sonora, mas enfim. Não sou especial fã deste género de filmes, mas consigo reconhecer-lhe esse mérito. Até posso tirar uma ou outra mensagem do filme e dizer que, e apesar de o ter visto um bocadinho contrariada, quase a apetecer-me que fosse muito muito mau, não desgostei e consegui vê-lo sem o achar uma valente seca, o que, confesso, achei mesmo que ia acontecer. Para isto também ajudará o facto de o filme ter apenas hora e meia, claro. Ainda assim não é um filme que me tenha conquistado ou ganho um lugar no meu coração porque, como disse, não se enquadra nos meus géneros favoritos.

11.3.14

O livro que estou a ler #32


Os Crimes da Rua Morgue, de Edgar Allan Poe

Do Dia da Mulher...

Pelo segundo ano consecutivo, O Boticário decidiu brindar todas as mulheres com um presente neste dia. Este ano estavam a oferecer batons, e eu fui buscar o meu.



Vinha num embrulho amoroso, com esta mensagem atrás. Se eu não gostasse já d' O Boticário, tinha ficado logo fã só com a atenção e o cuidado que demonstraram nestes pormenores.





Os batons que estavam a oferecer eram da gama Cor intensa Efeito mate, da linha Intense. Havia 4 cores disponíveis, e este foi o que me calhou em sorte - Cor 132. Ainda não experimentei, mas parece-me um tom nude a cair para o rosa.

Também foram buscar o vosso? Que cor vos calhou?

10.3.14

Details #17


Relógio: Swatch
Brincos: Accessorize

O livro que estou a ler #31 [Terminado]


Entre o Agora e o Nunca, J. A. Redmerski
Ia com baixas expectativas. Não sou a maior fã deste género literário mas, aproveitando que tinha o livro cá em casa, decidi dar-lhe uma oportunidade. No início foi um bocadinho lento, não estava muito envolvida com a história, com os personagens, mas entretanto, com o decorrer da história, o meu interesse aumentou (apesar de em determinadas fases ter abrandado um pouco...) e acabei por ler o livro bastante rápido. Gostei da forma como a história nos é apresentada, alternando entre o ponto de vista da Camryn e o ponto de vista do Andrew. É uma escrita simples, de leitura rápida, e, não sendo nenhuma obra-prima, conseguiu cativar-me o suficiente para se mostrar uma leitura agradável e para me deixar com alguma curiosidade em relação ao segundo volume. De um modo geral, é uma história amorosa e admito que me fez deitar uma lagrimita a determinado momento... Fica apenas a indicação para quem não se sente à vontade com tal de que o livro tem algumas asneiras e sexo pelo meio.

7.3.14

Fevereiro de 2014 [Os Favoritos]


Frioven Gel: Não é lá muito glamouroso, mas na verdade não tenho conseguido largar este produto. Não que o adore de paixão, mas as frieiras não me têm dado tréguas e é este o gel que tenho utilizado. Não é milagroso, mas já usei piores. Fica a dica para quem sofre do mesmo problema, e estou receptiva a outras sugestões milagrosas...

Lápis 02 Hot Chocolate da gama Long Lasting, da Essence: Nunca fui muito de lápis castanhos, mas ultimamente tenho dado por mim a pegar imensas vezes neste lápis. É um castanho bem escuro e o lápis é bem cremoso e fácil de esfumar. A duração também é relativamente boa, especialmente tendo em conta o preço destes lápis.

Creme de mãos de amêndoas e baunilha da gama Cuide-se, d' O Boticário: Este creme tem lugar permanente na minha secretária, mesmo aqui ao lado do computador. Sempre que sinto as mãos mais secas passo um bocadinho. Hidrata bem e não deixa as mãos gordurosas.


No que diz respeito a filmes, gostei muito d' O Lobo de Wall Street, tal como vos disse aqui. Não ganhou nenhum Óscar? É verdade. Mas eu diverti-me muito durante aquelas 3 horas! Se ainda não viram, vejam. Outro filme que adorei, mas num género totalmente diferente, foi Ciclo Interrompido, um filme belga - que também não ganhou o Óscar para que estava nomeado - de que vos falei aqui.


Relativamente a séries, acabei de ver a segunda temporada de Person of Interest e adorei! Estou agora a ver a terceira temporada. 

Quais os vossos favoritos deste mês que terminou?

Filmes #93


The Hunger Games: Catching Fire - Os Jogos da Fome: Em Chamas


Depois do primeiro filme, e mesmo antes de ter lido o último livro, foi a vez de ver finalmente o segundo filme da saga. Está engraçado, mas, talvez por ter gostado mais do segundo livro do que tinha gostado do primeiro, o filme não conseguiu atingir as minhas expectativas. Tirando um ou outro pormenor do livro que, na minha opinião, poderiam ter sido incluídos no filme e que não foram, a adaptação até está relativamente fiel à história. Ainda assim, não me parece que tenha conseguido chegar ao livro... Claro que o facto de o primeiro livro conter mais palha do que o segundo ajuda a que o primeiro filme, ainda que também ele condensado, tenha resultado melhor. Neste perderam-se algumas coisas importantes. Assim que possa quero ler o último livro e, quando sair, ver o respectivo filme.

6.3.14

Realmente é preciso pouco para se conhecer o verdadeiro carácter das pessoas...

É muita fofura junta...

Mayhem é uma menina de 4 anos que tira fotografias com réplicas de vestidos usados por celebridades, réplicas essas feitas em papel, pela mãe. E é a coisa mais amorosa... Vejam!









5.3.14

E o escolhido da semana é... #115


... Really Red, da Essie!

Um vermelho absolutamente maravilhoso. Foi amor à primeira vista!
Foi a primeira vez que usei um verniz desta marca. Gostei do pincel, coloquei duas camadas para deixar a cor mais vibrante e mais uniforme e ADOREI o brilho!