29.8.14

Resolvendo a questão do (pouco) merengue... *


Eu até tinha suspiros cá em casa. Foi parti-los e adicionar ao gelado. Ficou óptimo!


Filmes #108

Férias da Verão também significam ver alguns filmes com a criança cá de casa.

Desta vez, escolhemos três mini-filmes dos Minions que já estavam na lista há muito tempo.

Despicable Me: Banana - Gru, o Maldisposto: Banana

Um mini-filme com cerca de 4 minutos, exclusivamente com os Minions e onde a atracção principal é uma banana. É engraçado e muito bom para crianças que ainda não conseguem ler bem as legendas: tem poucas falas e, quando há legendas, são curtas e de fácil leitura.

Despicable Me: Home Makeover - Gru, o Maldisposto: A Remodelação

 Logo de seguida vimos este, que também tem pouco mais de 4 minutos. Este já conta com o Gru e com as três meninas. Tem mais diálogos do que o anterior mas é igualmente amoroso.

Despicable Me: Orientation Day - Gru, o Maldisposto: Dia de Orientação

Outro mini-filme com poucos minutos e que também conta apenas com os Minions.

Os três mini-filmes são uma delícia, especialmente para quem acha graça a estes bonequinhos. Gostámos muito dos três!

28.8.14

Do amor #83

 

As nossas séries. Aquelas que só vemos juntos.

27.8.14

Podia ter outra médica...

... mas a minha deixa-me à vontade para lhe telefonar até nas férias dela. 

E isso não tem preço...

O livro que estou a ler #51 [Terminado]



Um livro que me surpreendeu! Ia com expectativas bastante baixas, talvez pela desilusão que tive com um livro do José Rodrigues dos Santos e por também ele ser jornalista - sim, não faz sentido, mas que querem? -, e acabei por ser agradavelmente surpreendida. Uma coisa interessante é a forma como a história é contada, uma vez que começamos pelo fim e depois vamos recuando no tempo e só na última parte do livro voltamos ao Presente. No início, a escrita do autor pareceu-me um pouco confusa, por ser muito "cortada", mas à medida que fui avançando habituei-me e isso deixou de constituir um problema. A história propriamente dita é bastante simples e aborda uma série de aspectos da vida: a morte, os sonhos, os projectos, a concretização ou não desses mesmos sonhos e projectos, o caminho individual que cada um toma, as relações, o caminho a dois que nem sempre corre como sonhámos, as opções que temos que tomar ao longo da vida, as influências que nos fazem agir ou pensar de determinada forma... Agradou-me bastante o facto de grande parte dos personagens ter um carácter tão humano, com  falhas, com qualidades e defeitos, com decisões mais acertadas e outras mais duvidosas. Foi uma leitura agradável! Fiquei com bastante vontade de ler mais coisas do Rodrigo Guedes de Carvalho.

26.8.14

E o escolhido da semana é... #130


... Blue Satin, da Chanel.

21.8.14

Há dias assim. Em que o não sair de casa não ajuda, não resolve, não evita. O que tem que acontecer, acontece. O que tem que ser, é. Vem ter connosco se for preciso. Há dias assim. Em que tudo acontece. Coisas mais graves que outras. Coisas mais facilmente esquecíveis que outras.

Deixamos de estar em suspenso. Mas porque a vida nos deixa assentar os pés na terra. Nos mostra a realidade. Que não é cor-de-rosa. Nada.

Que descanses em paz. Ao menos isso: agora estás em paz. Sei que há valores que tenho em mim porque também os vi em ti. Ensinaste-me, através de acções, coisas inesquecíveis. Que já fazem parte de mim, de quem eu sou. E que sempre farão.

Provei #34

Estava para provar este gelado de morango e merengue da Carte D'Or desde que ouvi falar dele pela primeira vez. No outro dia apanhei-o em promoção no Continente e pareceu-me a oportunidade ideal. Estava um bocadinho reticente porque não sou a maior fã de gelado de morango... mas estava curiosa por causa dos suspiros. Assim que o provei foi essa a minha primeira desilusão: os únicos pedaços de merengue que tem são mesmo aquelas bolinhas em cima do gelado; por dentro não tem mais, ao contrário do que pensei. No entanto, e contra as minhas expectativas, o gelado de morango mostrou-se bastante agradável - fez-me lembras o cornetto de morango. Ou seja, trocou-me as voltas, mas gostei!

20.8.14

E o escolhido da semana é... #129


... 5ª Avenida, da Colorama.

Nunca consigo captar com exactidão este tom, mas ainda assim nesta fotografia não foge muito ao que aparenta ao vivo. É um tom de vermelho com um subtom rosa muito bonito. Perfeito para qualquer altura do ano, uma cor que fica sempre bem.

19.8.14

Se achei esta coisa do balde de gelo parvinha? Confesso que sim, quando a vi pela primeira vez. 

Se me pareceu menos mal por estar associada a uma recolha de fundos a favor do combate da Esclerose Lateral Amiotrófica? Sim. Até porque, confesso, nem tinha conhecimento desta doença antes de ter visto este desafio e toda a sua explicação.

Se as pessoas podiam apenas doar o dinheiro e não aderir a "modas parvas", tal como enfiarem um balde de gelo/água gelada pela cabeça abaixo? Sim, podiam. 

Mas, sinceramente, se esta "moda parva" conseguiu dar a conhecer esta doença a pessoas que nunca tinham ouvido falar dela antes, se coseguiu levar mais gente a fazer um donativo, por pequeno que seja... não me parece que seja uma moda parva. 

E, assim de repente, consigo lembrar-me de tantas outras modas bem mais parvas a que as pessoas aderem só porque sim e em relação às quais oiço muito menos comentários reprovadores...

Produtos acabados #37


Creme Hidratante Deep Control, da gama Pure Zone da L'Oréal - Como vêem é apenas uma amostra mas fiquei com uma impressão muito positiva deste produto. Parece-me muito bom para peles tendencialmente oleosas.

Gel de Banho da gama Chocolate Dream, da Oriflame - Não sou fã de produtos com cheiro a chocolate mas este foi um presente pelo que fiz um esforço para usá-lo. No entanto não gostei nem um pouco... O cheiro não me agrada nada e é um gel de banho normalíssimo, sem grande poder de hidratação. Foi um alívio vê-lo chegar ao fim.


Creme de dia de romã para peles normais a mistas, da Bioten - Mais uma amostra que experimentei. Tenho gostado muito dos produtos que já experimentei desta marca e este não foi excepção. Um creme de dia muito bom, que conseguiu controlar bem a oleosidade e deixar-me a pele "sequinha". Para além disso tem um bónus por ter SPF.

Creme Hidratante sem parabenos da gama AqualiaThermal, da Vichy - Outra amostra que usei. A textura deste creme é muito fluida, quase um gel, e é exactamente o tipo de creme de que gosto. No entanto não fiquei totalmente satisfeita com este produto porque me deixava a pele a colar (sabem a sensação?). Não sei se a amostra não estava em perfeitas condições, se a minha pele estava alterada por algum motivo ou se é mesmo do produto... Alguém já experimentou? Tiveram a mesma sensação?

18.8.14

Não acho isto normal - parte II *

Ontem, dia 17 de Agosto, tive o meu SEGUNDO dia de piscina do ano.

A ver se nos próximos dias consigo resolver isto.



* ou Este-ano-estamos-com-um-Verão-meio-esquisito

O livro que estou a ler #51



Já tinha ouvido falar deste livro há algum tempo e, quando o vi na biblioteca, pareceu-me uma boa opção de leitura para este momento. Alguém já leu?


15.8.14

Do amor #82

 

Descobrir novos lugares a dois.

14.8.14

Não acho isto normal

Estamos a meio de Agosto. 

Está uma ventania lá fora.

E eu não me atrevo a sair sem um casaco...

O livro que estou a ler #50 [Terminado]



Este livro pertence à colecção O Bairro, onde cada volume nos apresenta um personagem que lá mora. É um livro pequeno, com histórias curtas, de leitura simples, muitas vezes acompanhadas de pequenos desenhos esquemáticos. Aqui conhecemos o Senhor Valéry, um homem que se rege pela lógica, como ficamos a perceber através das suas acções e dos seus pensamentos. É um personagem muito engraçado, muito peculiar, e que certamente me ficará na memória e no coração por algum tempo, apesar deste contacto ter sido muito fugaz. É um tipo de livro que não agradará a toda a gente - será que algum agrada? - mas que vos aconselho a folhearem. Eu sou fã do autor, gosto muito do seu "estilo", desta capacidade de simplificar, de transformar algumas ideias em palavras tão simples... Fiquei com imensa vontade de conhecer os restantes moradores deste bairro.

13.8.14

É por isso que prefiro não ter coisas destas cá em casa...

Estava aqui sossegadita no meu canto, a fazer as minhas coisas, e lembrei-me de repente, nem sei bem como ou porquê, de que tinha ali no armário da cozinha umas tiras de milho.

Afastei o pensamento uma vez... Afastei o pensamento duas vezes... 

Mas não resisti e tive que ir lá buscá-las.

Filmes #107

Não tenho andado muito virada para os filmes, mas de vez em quando, à noite, lá me apetece ver um. 

Queria uma coisa leve, diferente... e, uma vez que estava sozinha, decidi escolher um na minha lista que fosse falado noutra língua que não o inglês - acho que já comentei por aqui que o meu namorado é "alérgico" a filmes que não sejam falados em inglês, só com esforço o consigo fazer ver algum filme noutra língua... Portanto, encontrei este, achei graça ao título e ao poster e escolhi-o, sem ver trailers nem ler sinopses ou comentários, o que aliás faço com bastante frequência.


Sexual Chronicles of a French Family - Crónicas Sexuais de uma Família Francesa


Quando comecei a ver o filme, a premissa pareceu-me interessante: a relação que cada um, dentro de uma determinada família, tem com o sexo. No fundo, aquilo que sentimos em diferentes momentos, em diferentes fases da vida... Com especial ênfase na relação que um adolescente virgem tem com o sexo: como o vê, os seus medos e desejos e a forma como parece ver ou interpretar a relação que o resto da família tem com o sexo. Enfim, um tema interessante, que poderia dar pano para mangas... No entanto, à medida que o filme foi avançando, percebi que tinha mais cenas de sexo e menos história do que esperava, o que me desiludiu um pouco, porque acho que o tema merecia um maior desenvolvimento.

O outro filme que aqui vos mostro foi o escolhido para uma noite de sábado em casa. O objectivo era mesmo um filme ligeiro e, de preferência, divertido. 


That Awkward Moment - Aquele Estranho Momento

 

De certa forma acabou por cumprir o objectivo, apesar de não ter sido tão divertido como pensei que poderia ser e mesmo tendo-se revelado relativamente previsível - o que fez com que, a determinada altura, eu estivesse a desejar que o filme acabasse rapidamente...

12.8.14

E o escolhido da semana é... #128


... o Verniz Fininho da colecção Verniz Gama Natural, da Inocos.

Por vezes é exactamente isto que me apetece. Um tom bem suave e discreto, mas que dá logo um ar cuidado às unhas. Ficou assim com duas camadas.

11.8.14

O livro que estou a ler #50


Ter crianças em casa é... #29

(Numa versão especial ter-meninas-em-casa-é...)

Ela a ver-se no seu pequenino espelho da Barbie enquanto passa com uma esponja pequenina na cara.

Eu - O que é que estás a fazer?

Ela - A pôr blush.

8.8.14

Sugerindo... #14

Uma dica para experimentarem: como deixar as pipocas já moles novamente crocantes.

 

[Vi este vídeo no canal KeepCalmDIY TV (Jessica) e decidi partilhar porque me pareceu uma óptima dica. Ainda não experimentei para ver se dá mesmo resultado, mas da próxima vez que for ao cinema e sobrarem pipocas vou certamente fazer isto (em vez de as deitar fora, como acaba por acontecer). Se testarem contem-me como correu!]

O livro que estou a ler #49 [Terminado]


Uma Última Noite, de Nora Roberts


Nunca tinha lido nada desta autora e admito que já ia com um certo preconceito em relação aos seus livros, às suas histórias. Como não gosto de dizer que não gosto só porque sim, e mesmo indo com este preconceito, decidi ler este e-book que tinha por aqui há uns tempos, para confirmar - ou não - as minhas suspeitas. Quando falo deste preconceito que tinha, refiro-me ao tipo de história que achei ser o típico desta autora: histórias de amor, leves, "melosas" e previsíveis, e que não encaixam propriamente no tipo de livros que gosto de ler. E, bom... acabei por confirmar isto mesmo, pelo menos no que toca a este livro. Achei a história sem grande interesse, poucas foram as situações em que me conseguiu cativar de algum modo e, regra geral, pareceu-me bastante previsível. Visto que já li algumas opiniões de fãs da autora que referem este como o seu pior livro talvez lhe dê uma outra oportunidade, daqui a uns tempos...

7.8.14

Julho de 2014 [Os Preteridos]


E este mês também há preteridos. Há anos que não usava produtos da Ultra Suave. E não os usava precisamente porque sempre senti que não eram suficientes para o meu cabelo: são demasiado suaves. Mas, aqui há uns tempos, encontrei estes de óleo de abacate e manteiga de karité em promoção e, vendo que eram para cabelos secos, decidi trazer para experimentar. Mas parece-me que tenho que desistir de vez desta marca! O cheiro é maravilhoso, que é, mas simplesmente não funcionam no meu cabelo. O champô ainda se safa mas o condicionador é terrível: não me desembaraça o cabelo e deixa-o seco, com um aspecto nada bonito. Acredito que talvez funcione em quem tem o cabelo mais fino, mas se têm o cabelo grosso, com tendência para ser seco, não recomendo esta gama.

6.8.14

É só aqui para os meus lados ou o blogger hoje está meio esquisito?

O livro que estou a ler #49


Uma Última Noite, de Nora Roberts

Tinha este livro em ebook no computador há algum tempo (podem fazer o dowload gratuito aqui) e decidi finalmente lê-lo, até porque nunca li nada desta autora.

5.8.14

Julho de 2014 [Os Favoritos]


Manteiga Corporal de Côco da The Body Shop - Pelo segundo mês consecutivo entra nos meus favoritos. Não a tenho usado todas as noites religiosamente, mas é certo que fico apaixonada por ela sempre que a utilizo: a hidratação é fantástica! Uso especialmente nos pés e pernas.

Top Coat Good To Go! da Essie - Estou encantada com este top coat. O verniz seca super rápido, quer me parecer que aumenta um bocadinho a duração dos vernizes nas minhas unhas (mas depois conto-vos, conforme o for usando) e dá um brilho lindo!

Batom nº 161 Juicy Pink, da gama ColorSensational da Maybelline - Um rosa muito bonito e muito confortável nos lábios.

Creme Hidratante + Base da Catrice - Estes aparecem aqui em modo 2 em 1. Tenho usado estes dois produtos juntos - ponho um bocadinho de cada, misturo bem e aplico com um pincel - e estou muito satisfeita com o resultado: a base, que por vezes me parece um bocadinho pesada, fica mais leve mas, ainda assim, com uma cobertura razoável.

Tranças - Um "extra" nestes favoritos. Tenho adorado usar trança. Tenho o cabelo comprido e em muita quantidade, pelo que com o calor tendo a andar com ele preso. Geralmente opto pelo simples rabo de cavalo mas este mês, nem sei muito bem porquê, dei por mim algumas vezes a fazer uma trança. Giro e prático!

4.8.14

O livro que estou a ler #46 [Terminado]



Magnífico, este livro!! Muito muito bom. Mesmo. Um policial muito bom, com uma história cativante, com um ritmo fantástico, com personagens interessantes... Gostei mesmo muito. Foi o primeiro livro que li deste autor e fiquei fã. Sou fã de policiais, como já disse por aqui, mas por vezes falta-lhes qualquer coisa... ou não gosto da personagem principal, ou não tem o ritmo necessário, ou a história não tem o interesse que pensei... Mas aqui não. Não lhe faltou nada! A única coisa que posso apontar é que suspeitei, com relativa antecedência, quem seria o assassino. Mas nem isso retirou interesse à história ou o impacto e a maravilha de ver as peças encaixarem, de perceber os motivos. Saliento só o facto de este livro ser o 7º desta série, com o Harry Hole como protagonista. Pelo que sei os anteriores não foram traduzidos para português. Claro que gostava de saber tudo o que se passou antes de chegar aqui, de perceber melhor alguns aspectos que são mencionados no livro, mas não senti verdadeiramente necessidade de conhecer a história para trás deste livro. 

Para quem, como eu, é fã de policiais, não percam este livro. Mesmo! Vale a pena.

1.8.14

Provei #33

Ganhei finalmente coragem para provar o sundae de doce de ovos do McDonald's. Digo coragem porque estava com um ligeiro feeling de que poderia ser com aquele doce de ovos meio esquisito, com um sabor duvidoso, que por vezes apanhamos nos churros e afins. Mas enganei-me, e ainda bem! Fez-me lembrar aquele doce de ovos que costuma vir em croissants e bolos do género, com um toque de canela. Aliás, para mim que nem sou grande fã de canela acho que podia saber um bocadinho mais a doce de ovos e menos a canela... mas ainda assim gostei!