6.10.16

O livro que estou a ler #86 [Terminado]


Foi finalista do prémio Leya em 2014, mas foi o burburinho à sua volta que me fez ter tanta vontade de o ler, especialmente tendo em conta que se trata da estreia de um autor nacional. A história é-nos contada em duas épocas, numa sucessão de capítulos que nos fazem recuar e avançar nos anos. Não querendo entrar em grandes detalhes, porque penso que é também essa descoberta que aumenta o prazer da leitura, o autor fala de Auschwitz - numa óptica que me pareceu original e particularmente interessante - e de temas como o racismo e o abuso de menores (embora gostasse que tivessem sido mais desenvolvidos). 

Gostei muito do livro, da escrita relativamente simples mas envolvente, e gostei sobretudo, como disse, do ponto de vista sob o qual Auschwitz aparece na história. Houve alguns pontos que não me agradaram tanto - um certo desequilíbrio entre a primeira e a segunda parte, alguns pontos específicos da história... -, mas no geral foi uma leitura agradável e que ficará comigo por muito tempo. Um autor a seguir!

4 comentários:

Mary disse...

Também já li e gostei.

Green disse...

Boas leituras :)

Maria do Mundo disse...

Agora ando numa de poesia...enfim!

Gata disse...

Já fiquei com vontade de ler!